“À Descoberta dos Morgados e Capelas de Guimarães”

No dia 11 de maio de 2024, realizaram-se, da parte da manhã, na Sociedade Martins Sarmento e da parte da tarde, no Museu Alberto Sampaio, as Jornadas de promoção e defesa da História e Património Local, subordinadas ao tema “À Descoberta dos Morgados e Capelas de Guimarães.”
Estas jornadas resultam de uma parceria entre o Agrupamento de Escolas Santos Simões e a Doutora Ana Mafalda Lopes, atualmente assistente de investigação do Projeto ERC VINCULUM coordenado pela Professora Maria de Lurdes Rosa, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e inserido na iniciativa: “Conversas em museus”.
Ao longo do dia, foram apresentados os resultados das pesquisas realizadas pelos vários assistentes de investigação do projeto. A Professora Maria de Lurdes Rosa procedeu à explicação do projeto ERC VINCULUM e à apresentação da base de dados elaborada a partir das investigações já realizadas.
A partir de Testamentos e codicilos; Escrituras de instituição de morgados e capelas; Dotes de casamento e Doações, ficamos a conhecer várias: Informações sobre ascapelas (Missas encomendadas, a sua decoração, como e quando foram colocados os retábulos, como vestir as imagens de santos, ou, aspetos quanto à reparação e asseio das capelas).
Na zona norte de Portugal, descobriram-se registos da existência de inúmeros Vínculos, ou seja, propriedades de senhores da nobreza e do clero que foram passando de geração em geração e cujos registos do seu dia a dia guardam informações preciosas da organização do Vínculo.
A palestra revelou-se de grande interesse porque permitiu dar a conhecer à sociedade vimaranense informações que só constam dos vários arquivos existentes e que só são conhecidos na esfera da investigação realizada nas universidades.

Agrupamento de Escolas Santos Simões 2024